Home » Conservative Backlash 2020

The Conservative Backlash: Brazil in Comparative Perspective

Cientistas sociais não foram capazes e perceber a virada conservadora que levaria à eleição em 2018 de um presidente, assim como vários governadores e parlamentares de extrema-direita. Diversos fatores explicam a cegueira analítica diante desse contra-ataque conservador. Primeiro, a hiper-especialização em subcampos disciplinares acabou por crir um obstáculo para a apreensão de transformações com causas variadas e situadas socialmente em âmbitos diversos, como no caso dos movimentos conservadores em diversos países. Há também uma carência de métodos que permitam o acompanhamento da política que se dá tanto nas bolhas virtuais como nas interações cotidianas. Além disso, a falta de atenção sobre movimetos similares em diferentes regiões do mundo obscureceu a percepção de desenvolvimentos similares e das alianças transnacionais realizadas entre a extrema-direita. Por último, a oligarquização dos sistemas políticas que varre o mundo guarda relações contraditórias com a ascensão da extrema direita, estimulando-a e reforçando-a. Essa conexão também foi ignorada pelos cientistas sociais.

Diante dessas limitações, decidimos discutir o caso brasileiro neste simpósio a partir de uma perspectiva interdisciplinar, abrangente e comparativa. Para isso, convidamos especialistas que têm se dedicado ao estudo do caso brasileiro, bem como colegas que tem observado desenvolvimentos similares em outras partes do mundo.  Em suma, visamos construir tanto um diagnóstico amplo dessa reação conservadora observada em países diversos, como também estabelecer uma agenda de pesquisa comum para analisar os desenvolvimentos e debilidades políticas dos atores contemporâneos da extrema-direita.

Este simpósio ocorre no âmbito do Prêmio de Pesquisa Anneliese Maier, concedido pela Fundação Alexander von Humboldt ao sociólogo brasileiro José Maurício Domingues, e é co-organizado pelo NETSAL/IESP/Universidade Federal do Rio de Janeiro, pela Instituto de Estudos Latino-americanos da FU Berlim, pelo Instituto de Pesquisa Social de Hamburgo e pelo Mecila.

O programa completo está disponível aqui.

Quando: Fevereiro 17-18
Onde: Instituto de Estudos Latino-americanos, Freie Universität Berlin (Rüdesheimer Str. 54-56, 14197 Berlin, Sala 201)